restaurar

Amor Surreal

Alcione

Se ajoelha e me pede perdão Você vai descobrir o que é bom Na minha mão Pra você tudo é tão natural Nunca ví tanta cara de pau É surreal Um vez quando alguém me falou Eu não dei o devido valor E olha aí A arapuca em que eu fui me meter Quando eu me envolvi com você Ensandeci Você não me merece, eu já sei Tantos flagras que eu já te dei E já nem me importa Tanto faz o que você não fez Qualquer dia eu acordo de vez E tranco aquela porta Mas não quero te dizer adeus Nem usar o direito que é meu E te dar o troco E deixar você livre de mim Mesmo sofrendo um pouco E aí Meu amor que é cego Reclama do seu amor E só de pensar em ficar sem você Coração sente falta E aí Deixo tudo pra lá Eu não sou de guardar rancor Você é meu carma no bem e no mal Não sei como posso te amar tanto assim afinal Se você me maltrata Eu vou te provar outra vez Que a mulher Que te ama sou eu Mas é bom te lembrar Por um triz Você não me perdeu Você não me merece, eu já sei Tantos flagras que eu já te dei E já nem me importa Tanto faz o que você não fez Qualquer dia eu acordo de vez E tranco aquela porta Mas não quero te dizer adeus Nem usar o direito que é meu E te dar o troco E deixar você livre de mim Mesmo sofrendo um pouco E aí Meu amor que é cego Reclama do seu amor E só de pensar em ficar sem você Coração sente falta E aí Deixo tudo pra lá Eu não sou de guardar rancor Você é meu carma no bem e no mal Não sei como posso te amar tanto assim afinal Se você me maltrata Eu vou te provar outra vez Que a mulher Que te ama sou eu Mas é bom te lembrar Por um triz Você não me perdeu