restaurar

Peito Aberto

Amélia Rabello

Até mesmo você que ama É incapaz de entender a trama Em que às vezes se envolve Toda vida humana. Quando menos se espera Na curva da estrada Aparece a paixão Preparando a cilada E assim na calada Sem pena, sem nada Começa a arrastar você E quanto mais você guerreia Mais prende-se a teia Sem saber E quando não tem mais jeito De sair do laço Você abre o peito E aceita esse abraço Ficando sujeito À vitória e ao fracasso E sem direitos Mas quando lhe diz respeito Até mesmo você Sente o drama Mas é contra a chama arder Até quando essa chama Alcançar você