Capacita-me

Anderson Freire

O que dirás, ó Deus, a meu respeito? Quando endurecer meu coração E não liberar perdão a meu irmão O que dirás, ó Deus, a meu respeito? Se eu abandonar os meus pais O tempo de honraria deixar para trás O que pensaria, quando eu pensasse só apenas no que é meu? Uma sensibilidade esmagada pela ausência / Pela falta de Ti, meu Deus / Quando me coloco no Teu lugar Vejo a diferença de quem sabe amar Dá vontade de nascer de novo Mesmo sabendo que o tempo não vai voltar Quebranta-me, dilata em mim Um coração que queira Te agradar Coração disposto a Te adorar Quebranta-me, dilata em mim Um coração com Suas intenções Faz de mim um ser humano capacitado pra amar O que dirás ó Deus a meu respeito? Quando eu liberar o perdão? De maneira alguma eu não abrir mão da comunhão O que dirás ó Deus a meu respeito? Quando eu visitar os hospitais Cuidar com carinho dos meus pais O que pensarias quando eu deixasse de olhar só pro que é meu Uma sensibilidade esmagando aquela ausência Aquela falta de Ti, meu Deus Quando me coloco no Teu lugar Vejo a diferença de quem sabe amar Dá vontade de nascer de novo Mesmo sabendo que o tempo não vai voltar Quebranta-me, dilata em mim Um coração, que queria Te agradar Coração disposto a Te adorar Qubranta-me, dilata em mim Um coração com Suas intenções Faz de mim um ser humano capacitado pra amar O bem que eu preciso fazer é tão difícil de praticar Mas o mal que está diante de mim só me leva a errar Já não bastam asas para voar O equilíbrio eu só vou encontrar Quando eu entender o que é de fato adorar Quando eu entender o que é de fato me entregar

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe