Batuqueiro / Meu Cumpadre

Arlindo Cruz

Vou pra batucada o samba me chamou Nasci batucando na mão da parteira Toco frigideira, cuíca e agogô eu vô Vou pra batucada o samba me chamou Eu vou na levada de Luna, Marçal, Eliseu, Carnegal e Geraldo Bongô(2x) Meu primeiro presente já foi um pandeiro, Eu rezei no tambor de um mestre jongueiro De tantos encantos na força dos santos Pisei no terreiro, corri madrugada Em todas as quadras, em todos os cantos Eu sou batuqueiro eu vô Vou pra batucada o samba me chamou Nasci batucando na mão da parteira Toco frigideira, cuíca e agogô eu vô Vou pra batucada o samba já me chamou Eu vou na levada de Luna, Marçal, Eliseu, Carnegal e Geraldo Bongô Hoje tem batucada em cada esquina Onde tem batucada tem verso, tem rima O samba domina, coloca pra cima Levanta a poeira Ao som do repique, tantã e emoção Bate o coração da nação brasileira Vou pra batucada o samba me chamou Nasci batucando na mão da parteira Toco frigideira, cuíca e agogô eu vô Vou pra batucada o samba me chamou Eu vou na levada de Luna, Marçal, Eliseu, Carnegal e Geraldo Bongô Meu cumpadre A gente tem que respeitar A força que quebra o quebranto Que traz o encanto E cerca o mau olhar Por favor não vá agora Deixa a madrugada passar Se lembra daquele amigo Que falou contigo Pra não abusar E que quando chegar no terreiro Só sair do samba quando clarear É que os mistérios da vida Tem que correr gira para desvendar Cada um fazendo sua parte Mais cedo ou mais tarde Tudo vai mudar Cada um fazendo sua parte Mais cedo ou mais tarde Tudo vai mudar O bem que eu quero pra mim Quero pra você também Desejo paz e amor A todos que vão e que vem Sei que ninguém é perfeito Mais tendo respeito Já começa bem Sei que ninguém é perfeito Mais tendo respeito Já começa bem (2x) Ouvi dizer que lá no pagode da Penha... Toco é pau, madeira é lenha

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe