restaurar

Selva De Feras

Baiano & Novos Caetanos

Sou Pedro Silva de vera Odeio selva de fera A natureza me espera Vem ver, mãe, minha cor O meu cavalo é de osso Eu lhe beijando o pescoço Ele me leva no dorso Aonde o sol vai se pôr Eu só preciso de um prato E pouco mais que um trato E nosso amor será um trato Que jamais terá fim Arruma tudo e vam'bora Ora, vam'bora, simbora E a sanfona di fora Vai tocando pra mim E tombo, é chuva caindo É lombo, é burro subindo Vento, venta é zunindo E a carroça quebrou O vento rodamoinho A casa de um passarinho Quitinete de ninho Nosso filho salvou Afia o fio da faca E faz um feixe de estaca E finca pé na barraca A chuva passa, passou E vem a noite estiada E vem a lua molhada E a sanfona danada E nós vivemos de amor

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.