Imagem de Fundo
página inicialnNenete E Dorinho

Biografia de Nenete E Dorinho

Waldemar de Franchesi, o Nenete, nasceu em Pirassununga-SP em 1919 e faleceu em 1989, vítima de uma tentativa de assalto.

Isidoro Cunha, o Dorinho (apelido carinhoso que ele tem desde a infância), nasceu em Bernardino de Campos-SP no dia 09/07/1933 (algumas biografias mencionam Piraju-SP como a cidade-natal de Dorinho, mas na verdade, Piraju-SP é a cidade onde ele foi registrado, no dia 18/10/1933).

Nenete já havia participado amadorísticamente da dupla "Nenete e Ditinho" no ano de 1943 em sua Pirassununga natal e já integrou também o "Trio Saudade", com Ninão e Nininho.
Com o "Trio Saudade", chegou a atuar na Rádio Record de São Paulo-SP, no programa "Hora dos Municípios" comandado por Genésio Arruda entre 1947 e 1955.

Nenete também atuou durante 5 anos com o nome artístico de Limeira e formou dupla com Luizinho (Luís Raymundo, nascido em São Paulo-SP em 1916 e falecido também em São Paulo-SP em 1983), tendo atuado durante um ano nos programas "Imagens do Sertão" e "Alma da Terra" na Rádio Tupi de São Paulo-SP.

Luizinho e Limeira foi a famosa dupla que gravou pela primeira vez o célebre "Menino da Porteira" (Teddy-Veira - Luizinho). É preciso ser citado que Luizinho mais tarde desfez a dupla com Limeira (que até então era o Nenete), tendo então convidado seu irmão Ivo Raymundo (nascido em São Paulo-SP em 1924) para cantar com ele, mantendo o mesmo nome de Limeira.

Em vez de continuar como dupla, no entanto, eles se juntaram à acordeonista Carmela Bonano (nascida em São Paulo-SP em 1928 e falecida em Perdizes-SP em 11/05/2003) e formaram o famoso trio Luizinho, Limeira e Zezinha . Carmela Bonano era descendente de família italiana e foi apelidada de Zezinha ainda na infância.

O nome artístico de Limeira, por sinal, já foi adotado por diversos artistas sertanejos, (inclusive o célebre compositor Sulino), provavelmente homenageando a simpática cidade de Limeira-SP, próxima a Piracicaba-SP.

Isidoro Cunha, por outro lado, desde criança, aos 8 anos de idade, já cantava e tocava cavaquinho.
Estreou como músico no ano de 1949 na Rádio Difusora de Ourinhos-SP, cantando no "Trio Bernardinense".

E, no ano de 1950, Dorinho se mudou para a Capital Paulista, tendo formado a dupla "Doro e Dorinho", a qual se apresentou durante algum tempo no programa "Mutirão do Sumaré", comandado pela dupla Brinquinho e Brioso.

A dupla "Doro e Dorinho" também foi vencedora de um concurso na Rádio Record de São Paulo-SP.
E foi no ano de 1954 que Dorinho, participando do Concurso de Violeiros do IV Centenário da Cidade de São Paulo-SP, conheceu Nenete e com ele formou a célebre Dupla Caipira "Nenete e Dorinho", que gravou o primeiro disco em 1958, com o tango "Meu Perdão" (Braz Hernandez - Zilo), e a rancheira "Teu Castigo" (Ventura Romero - Valdomiro Bariani Ortêncio). Nenete participava da Mesa do Juri nesse Festival.

Tendo se surpreendido com a voz de Dorinho e, há um ano procurando por um parceiro, Nenete convidou Dorinho para que lhe visitasse e a partir daí, nasceu a renomada dupla.

Pouco tempo depois, a dupla "Nenete e Dorinho" passou a ser acompanhada pelo famoso acordeonista Nardelli (Antônio Onofre Figueiredo), que com eles formou um trio de bastante sucesso, que deu um novo ritmo à música sertaneja e que foi levado pela professora Dulce Palma de Franceschi à Rádio Tupi, onde fizerem sua estréia como trio.

O trio "Nenete, Dorinho e Nardelli" recebeu inclusive o Troféu Roquete Pinto por seus sucessos. Foi também considerado como o trio mais premiado do Brasil pelos troféus e medalhas que recebeu em sua trajetória artística.

A quase totalidade dos discos de "Nenete, Dorinho e Nardelli" foi gravada na RCA (atual BMG), gravadora da qual em 1966 Nenete foi também nomeado produtor, cargo que ocupou até o ano de 1971, e no qual supervisionou diversas duplas que se tornaram célebres, dentre as quais Leo Canhoto e Robertinho e Belmonte e Amarai, dentre outras.

"Nenete, Dorinho e Nardelli" fizeram sucesso com composições dos próprios integrantes do trio, como foi o caso de "O Cantar Da Siriema" (Nardelli - Nenete), "Recordação" (Nenete - Goiá) (a Música cujo trecho o Apreciador ouve no momento em que acessa essa página), "A Seca Do Nordeste" (Nenete - João Pacífico), "Goiano Valente" (Nenete - Piraci), "Minha Boiada" (Nenete - Nardelli), "Saudades De Pirassununga" (Nenete - Margarida Padilha), "Flor Do Campo" (Nízio - Nenete), além de belíssimas composições de outros autores como por exemplo "Belezas Do Sertão" (João Pacífico), "Bom Exemplo" (Nonô Basílio - Piraci), "A Incruziada" (Angelino de Oliveira), "Trenzinho Malvado" (Pitangui - Carlos Armando Pascoalim), "No Mundo Da Lua" (Ângelo Reale - Capitão Furtado), "São Gonçalo" (Palmeira - Piraci), "Conselho De Amigo" (Nonô Basílio - Tito Neto) e "Maria" (Anacleto Rosas Jr. - Luís Rosas), apenas para citar algumas.

Nenete e Dorinho gravaram na RCA (hoje BMG) por 16 anos e gravaram ainda mais 3 discos na Continental (hoje Warner) tendo sido ao todo um total de 20 LPs e mais de 30 discos 78 RPM. Após gravar mais um disco na Copacabana, Nenete resolveu parar com o trabalho por motivos de saúde.
Dorinho e Nardelli formaram então, juntamente com Reinaldo Benediti (o Maracá) o trio "Maracá, Dorinho e Nardelli", trio esse que gravou mais dois LP's. E, por motivos particulares, Nardelli deixou o trio em 1970 e foi substituído pelo Ponteli (João Pontel, nascido em Olímpia-SP no dia 22/06/1938). O novo trio gravou então mais dois discos pela Phillips (hoje Universal) e encerrou as atividades em 1975.

Dorinho se casou com Iara Benedeti Cunha (nascida em Campinas-SP em 1958), filha de Maracá e, a partir de então, passaram a cantar juntos.

E, em 1989, ocorreu o trágico falecimento de Nenete, conforme já foi mencionado.
No ano de 1994, Dorinho e Iara se profissionalizaram e convidaram o acordeonista João Pontel, o Ponteli, para fazer parte do novo trio que acabava de nascer: "Dorinho, Iara e Ponteli", conhecido carinhosamente como sendo "Um Trio de Ouro".

O trio "Dorinho, Iara e Ponteli" já gravou quatro CDs (sendo um deles no "sistema dose dupla").

 Corrigir Biografia

Nenete E Dorinho Letras

Quem ouviu este artista

fiamariafiamaria(87643)

de Ronalves Você sabia?

Infelizmente Dorinho faleceu ontem dia 08/10/2011 na cidade de Campinas, para a tristeza da musica sertaneja.

ver outras curiosidadesenvie uma

Biografia

Sem Foto Waldemar de Franchesi, o Nenete, nasceu em Pirassununga-SP em 1919 e faleceu em 1989, vítima de uma tentativa de assalto. Isidoro Cunha, o Dorinho (apelido carinhoso que ele tem desde a infância), nasceu em Bernardino de Campos-SP no dia 09/07/19...

ver biografia completa

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Nenete E Dorinho e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

Atualizações

ro1000doro1000do se cadastrou no site

nanda15nanda15 se cadastrou no site

kikiu_1kikiu_1 entrou no fã-clube de Pablo E Grupo Arrocha

kikiu_1kikiu_1 se cadastrou no site

lourivalpaslourivalpas se cadastrou no site

petrikypetriky se cadastrou no site

tianastianas se cadastrou no site

McLudmillaMcLudmilla enviou um recado para McLudmilla

McLudmillaMcLudmilla se cadastrou no site

enjoadoenjoado se cadastrou no site

miqueiasmikmikmiqueiasmikmik se cadastrou no site

lainnilainni se cadastrou no site

SpillSpill enviou um recado para Letras

SpillSpill se cadastrou no site

Diego_SilvaDiego_Silva se cadastrou no site

jorgeececiliajorgeececilia se cadastrou no site

LuizasmotaLuizasmota se cadastrou no site

Ribas13Ribas13 enviou um recado para o fã-clube de Emicida

Ribas13Ribas13 entrou no fã-clube de Emicida

Ribas13Ribas13 se cadastrou no site

cadastre-se