Imagem de Fundo
página inicialpPimentas do Reino

Biografia de Pimentas do Reino

A história da banda PIMENTAS começa, por volta de 1996, na amizade de três amigos que viviam juntos e de repente decidem montar uma banda para tocar nos acampamentos de igreja. ANDRÉ SCHIAVONE, CLAYTON UEHARA e MARCOS AURÉLIO, sem ao menos tocar algum instrumento iniciam algo que não faziam idéia de onde poderia chegar, sem grandes pretensões, a não ser, tocar para os amigos e fazer algo animado no culto dos adolescentes.



Três amigos e uns três acordes e meio, era tudo o que tínhamos. Até então, tocávamos apenas nas rodas dos adolescentes, com o famoso "chá com pão", "notas guerrinhas", ou, na famosa deixa: "só vocês!". Eram dois violões acústicos e um bongo.



Conseguimos então a liberação para usar os instrumentos da igreja. Nossos ensaios duravam uma tarde toda, e olha que sabíamos tocar apenas uma musica. Pra ouvir "aquilo" o dia inteiro não era fácil, tínhamos reclamações dos vizinhos toda vez que tinha ensaio. Passamos alguns meses, tocando a mesma musica e aprendendo mais algumas notas.



Entre uma risada e outra sempre tinha a musica no meio. Depois deste inicio, dois amigos retornam a igreja e começam a fazer parte da turma. HENRIQUE CERQUEIRA e EDUARDO. Buscando mais uma forma de estar juntos, um se encaixa no vocal e o outro, o outro virou mesário, já que cantar e tocar não dava mesmo. Desde então, começamos a tocar nos cultos de sábado, acampamentos, e o tão sagrado culto de domingo a noite.



Precisávamos de um nome para estar tocando, dentre tantas sugestões nos aparece então: PIMENTAS DO REINO. Todos gostaram do nome, menos o pastor e quase todos os membros da igreja, que ficavam nos dando sugestões para mudar o nome, mas não teve jeito, tinha de ser PIMENTAS.



A primeira musica foi escrita por André Schiavone no hospital, depois disto, descobrimos que podíamos fazer musica. Em algum tempo tínhamos varias composições e decidimos gravar, só pra ver como ficava. Na época, em fita K7, gravamos todas nossas musicas, dentre elas, PENSANDO EM VOCÊ e DON JUAM, ficou bem baixinho, mas todos que ouviam gostavam muito.



Clayton teve que ir embora para o Japão junto com sua família, André mudou de igreja e um tempo depois Marcos foi para Inglaterra. Neste entretempo, Henrique aceitou a proposta de um amigo (DIEGO MENDES) para gravar um CD, intitulado "VERSOS, NUNCA É TARDE, SEMPRE É TARDE". O CD não foi divulgado e poucas pessoas conheciam as musicas.



Já em 2004, por maior que fosse a distancia, PIMENTAS estava vivo dentro de cada um. Henrique propõe à ANdré a retornar com Pimentas e neste momento contamos com mais dois integrantes; LINCOLN (teclado) e MARIANA (baixo e backs), Clayton do Japão conversava com Marcos na Inglaterra e com André no Brasil e decide investir em equipamentos de gravação e voltar para o Brasil para gravar o primeiro CD Pimentas.



Clayton voltou e durante alguns meses, apenas com André e Mari, ensaiavam todas as madrugadas, arranjando as musicas para o CD. Tempos depois, Marcos retorna da Inglaterra. Estávamos juntos de novo, agora com o objetivo único de gravar nosso cd.



Com produção independente, desde arranjos até gravação, novembro de 2005 conseguimos fazer o lançamento do nosso CD: "FICÇÃO E REALIDADE", neste momento já não podíamos mais usar o nome PIMENTAS do REINO devido ao poder de registro, sendo então, deste presente momento, apenas PIMENTAS. Quem tem direito sobre o nome PIMENTAS DO REINO é uma banda de forró do Rio de Janeiro.



O lançamento foi no teatro Callil Hadad em Maringá, neste dia tivemos casa cheia e foi um sucesso. Clayton e André começam uma divulgação virtual, enviando as musicas para todos os cantos do Brasil e mundo, fazendo o nome Pimentas conhecido através de blogs, sites, orkut e tudo o que a internet possibilita.



Devido ao tempo que estivemos distantes, neste reencontro, para gravação e lançamento do CD, percebemos que já não éramos mais os mesmos, que nossas idéias já não batiam mais e os objetivos se diferenciavam entre nós.



No dia cinco de março de 2006, em uma reunião da banda, Henrique decide sair dos Pimentas, por motivos particulares e por , segundo ele, a banda não ser o tipo de som que ele realmente queria fazer (questão de idéias, arranjos e produção), de certa forma, queria ele buscar mais liberdade para a forma de tocar suas composições.



Junto com Henrique, Marcos alegou, que, por ser irmão do Henrique, devia isto pra ele, e devido a isso também iria sair, sem um outro motivo maior. Mariana, apenas decidiu sair junto e Lincoln foi se dedicar ao pastorado.



Nesta reunião ficou resolvido e de comum acordo, que André e Clayton dariam continuidade ao projeto PIMENTAS, tendo direito TOTAL de uso sobre o nome pimentas, sobre as composições do cd da banda e tudo mais que pimentas tinha construído enquanto PIMENTAS. Também concordamos na NÃO possibilidade dos antigos integrantes formarem outra banda usando o cd "Ficção e Realidade".



Pimentas se resume, neste momento então, em André Schiavone, Clayton Uehara e o CD "Ficção e Realidade".



Agora, em 2006, era só André e Clayton, decididos a não deixar PIMENTAS acabar, iniciam ensaios no quarto do André, procurando pessoas para fazerem parte da família pimentas. Não bastava ser bom musico, era necessário alguém que fizesse parte do nosso convívio, alguém no qual as idéias se direcionavam para o mesmo objetivo e pudéssemos criar um elo de música e amizade. O primeiro a aparecer foi NIVALDINHO, garoto que toca um contra baixo como poucos, que mais a frente por motivos da faculdade não pode dar continuidade ao projeto.



No dia 22 de maio, Clayton precisa retornar para o Japão. Em junho, André então faz o convite para MARCELO ARADO, amigo antigo, para ser o baterista, ainda sem uma resposta positiva.



No dia 16 de julho em uma reunião de amigos, onde sempre rolava o violão do ANDRÈ e TICÃO, o atabaque do Marcelo e a voz da DELZA, descobrimos que aquela amizade expressava o que era PIMENTAS. Neste dia foi feito o convite e de prontidão, Ticão não pensou duas vezes, Delza se mostrou positiva, assim como Marcelo, mas sem posicionamento. Na outra semana, estava decidido, "VAMOS TOCAR NO PIMENTAS".



Tudo parecia ter caminhado para estarmos juntos naquele momento fazendo parte deste mesmo projeto. Esta galera se conheceu no cursinho, no ano de 2000, e desde então, sempre tocaram juntos nos churrascos, festas, barzinhos e onde mais dava pra fazer barulho.



Tudo o que Pimentas sempre foi e buscava, estava nesta galera: amizade, felicidade, companheirismo, paixão pela musica, contentamento só pelo fato de estar junto tocando. Esta galera estava sempre rodeada de muitos amigos, não importava o local, qualquer gramado, ou pátio do colégio era motivo pra ter musica e fazer valer a amizade.



Começamos os ensaios com voz e violão e logo mais estávamos ensaiando no PLAY HOUSE STUDIO. Estávamos ainda sem baixista e em uma conversa informal com um amigo nosso, foi sugerido o nome de NELSINHO, marcamos um ensaio e na primeira vez que tocamos juntos, não tinha como negar, aquela formação era PIMENTAS. André (Dé Schiavone) na guitarra e voz, Del Germani (vocais), Ticão Fontes (violão e voz), Marcelo Arado (bateria) e Nelsinho no contra-baixo.



Dia 8 de dezembro de 2006 fizemos o primeiro show com esta nova formação no teatro Barracão de Maringá, antigos fãs gostaram muito e conquistamos novos adeptos ao nosso som.



No ano de 2007, temos o privilégio de fechar parceria com André Policante, ficando ele responsável por toda parte "complicada" que envolve a banda. No dia 4 de julho, entramos em estúdio para gravarmos o segundo CD PIMENTAS.



Dia 14 de setembro de 2007, no teatro Marista de Maringá, ocorreu o lançamento do CD "O SONHO CONTINUA", composto de musicas inéditas, mantendo o romantismo, pureza e idealismo do que sempre foi PIMENTAS. Mais uma vez casa cheia, show inesquecível para quem esteve presente.



As musicas novas demonstram um amadurecimento profissional na forma de tocar, o espírito é o mesmo com uma pegada muito mais impactante. Cada show, uma nova emoção, cada passo trilhado, uma conquista.

Pimentas não prega religião e não faz politica, apenas canta a vida. Que tenhamos a sabedoria para não perder o foco e buscar o que é nosso, fazendo aquilo que DEUS nos deu como DOM, a música. PIMENTAS É FAMILIA e assim continuamos com o sonho.



Se você já gostava de PIMENTAS, agora vai se APAIXONAR DE VEZ.!!!

 Corrigir Biografia

Pimentas do Reino Letras

Quem ouviu este artista

jessnogsjessnogs(21493)
JulliaSCJulliaSC(6154)
wallanwallan(104)
LaiS2LaiS2(24056)

de Playl Você sabia?

Todos os integrantes do grupo pimentas do reino sao evangélicos.

ver outras curiosidadesenvie uma

Biografia

Pimentas do Reino A história da banda PIMENTAS começa, por volta de 1996, na amizade de três amigos que viviam juntos e de repente decidem montar uma banda para tocar nos acampamentos de igreja. ANDRÉ SCHIAVONE, CLAYTON UEHARA e MARCOS AURÉLIO, sem ao menos tocar algu...

ver biografia completa

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Pimentas do Reino e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

Atualizações

ro1000doro1000do se cadastrou no site

nanda15nanda15 se cadastrou no site

kikiu_1kikiu_1 entrou no fã-clube de Pablo E Grupo Arrocha

kikiu_1kikiu_1 se cadastrou no site

lourivalpaslourivalpas se cadastrou no site

petrikypetriky se cadastrou no site

tianastianas se cadastrou no site

McLudmillaMcLudmilla enviou um recado para McLudmilla

McLudmillaMcLudmilla se cadastrou no site

enjoadoenjoado se cadastrou no site

miqueiasmikmikmiqueiasmikmik se cadastrou no site

lainnilainni se cadastrou no site

SpillSpill enviou um recado para Letras

SpillSpill se cadastrou no site

Diego_SilvaDiego_Silva se cadastrou no site

jorgeececiliajorgeececilia se cadastrou no site

LuizasmotaLuizasmota se cadastrou no site

Ribas13Ribas13 enviou um recado para o fã-clube de Emicida

Ribas13Ribas13 entrou no fã-clube de Emicida

Ribas13Ribas13 se cadastrou no site

cadastre-se