restaurar

Mãe

Caetano Veloso

Palavras, calas, nada fiz Estou tão infeliz Falasses, desses, visse não Imensa solidão Eu sou um Rei que não tem fim Que brilhas dentro aqui Guitarras, salas, vento, chão Que dor no coração Cidades, mares, povo, rio Ninguém me tens amor Cigarra, camas, colos, ninhos Um pouco de calor Eu sou um homem tão sozinho Mas brilhas no que sou E o teu caminha e o meu caminho É um nem vais nem vou Meninos, ondas, becos, mãe E só porque não estais És para mim que nada mais Na boca das manhãs Sou triste, quase um bicho triste E brilhas mesmo assim Eu canto, grito, corro, rio E nunca chego a ti

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.