Meu Sertão

Cezar E Paulinho

Abro a janela e a manhã vem tão gostosa Convido a brisa perfumosa para entrar No céu azul um sol de ouro pendurado Pinta tudo de dourado e faz o meu sertão brilhar Rolas caboclas estão brincando no terreiro E um cavaleiro vai ao longe galopar Deixa no ar uma poeira luminosa Escreveu em verso e prosa que aqui é o meu lugar. Ah, como é tão lindo tudo aqui no meu sertão A grama verde parece tapete cobrindo o chão Que diz felizes são os dias meus Aqui no meu sertão sinto a presença de Deus. Cheirinho bom de cafezinho na cozinha De manhazinha já começa clarear Rei do terreiro, não demora abre a garganta Bate sua asa e canta me fazendo despertar. E uma estrelinha ainda brilha nesta hora Tá indo embora, mas a noite vai voltar Pra me espiar nos braços da mulher amada Toda noite a madrugada fica a me iluminar.

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe

comentário Deixe seu comentário

Máximo de 140 caracteres