restaurar

Não Sonho Mais

Chico Buarque

Álbum: Não Sonho Mais

Compositor:Chico Buarque

Hoje eu sonhei contigo Tanta desdita, amor Nem te digo Tanto castigo Que eu tava aflita de te contar Foi um sonho medonho Desses que às vezes a gente sonha E baba na fronha E se urina toda E quer sufocar Meu amor Vi chegando um trem do candango Formando um bando Mas que era um bando de orangotango Pra te pegar Vinha nego humilhado Vinha morto-vivo Vinha flagelado De tudo que é lado Vinha um bom motivo Pra te esfolar Quanto mais tu corria Mais tu ficava Mais atolava Mais te sujava Amor, tu fedia Empestava o ar Tu, que foi tão valente Chorou pra gente Pediu piedade E olha que maldade Me deu vontade De gargalhar Ao pé da ribanceira Acabou-se a liça E escarrei-te inteira A tua carniça E tinha justiça Nesse escarrar Te rasgamo a carcaça Descemo a ripa Viramo as tripa Comemo os ovo Ai, e aquele povo Pôs-se a cantar Foi um sonho medonho Desses que às vezes a gente sonha E baba na fronha E se urina toda E já não tem paz Pois eu sonhei contigo E caí da cama Ai, amor, não briga Ai, diz que me ama E eu não sonho mais

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.