restaurar

Tema De "os Inconfidentes"

Chico Buarque

Toda vez que um justo grita Um carrasco o vem calar Quem não presta fica vivo Quem é bom, mandam matar Quem não presta fica vivo Quem é bom, mandam matar Foi trabalhar para todos E vede o que lhe acontece Daqueles a quem servia Já nenhum mais o conhece Quando a desgraça é profunda Que amigo se compadece? Foi trabalhar para todos Mas, por ele, quem trabalha? Tombado fica seu corpo Nessa esquisita batalha Suas ações e seu nome Por onde a glória os espalha? Por aqui passava um homem (E como o povo se ria!) Que reformava este mundo De cima da montaria Por aqui passava um homem (E como o povo se ria!) Ele na frente falava E atrás a sorte corria Por aqui passava um homem (E como o povo se ria!) Liberdade ainda que tarde Nos prometia Por aqui passava um homem (E como o povo se ria!) No entanto à sua passagem Tudo era como alegria Por aqui passava um homem (E como o povo se ria!) Liberdade ainda que tarde Nos prometia Toda vez que um justo grita Um carrasco o vem calar Quem não presta fica vivo Quem é bom, mandam matar Quem não presta fica vivo Quem é bom, mandam matar

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.