restaurar

Carrossel De Emoções

Claudinho E Buchecha

Pretinha quero ver você mexer com o Salgueiro Morena tô vizando você o baile inteiro Segura a força, Mutuapira e o Salgueiro Quero ver, quero ver, quero ver você mexer Então liberta Dj. Hoje nós iremos sorrir e cantar ouir o som do funk e dançar Solto pelo ar livre pra voar Navegar pelas ondas do mar Nós viemos ao baile p'ra nos divertir A paz no salão, tem o dom de nos unir E faça valer a gata quer te ver zuar Está rebolando para Ihe impressionar Cheia de emoção, requebra até o chão Oô musa do verão Vem morena, vem no balencê A massa está zuando eu tô de olho em você Pretinha me namora quero Ihe conhecer Voce não me dá bola, mas um dia irá ceder Pois o coração, não resiste a tentação De ilimitar os resíduos da Paixão Amar é viver e eu pude perceber Que o haile Funk e o encontro de lazer Vem numa boa, vem p'ra dançar Fara como a gente olê, olá A paz se faz presente na imaginação Andando pelo céu num carrossel de emoção E na fortaleza de um mundo de ilusão Cria a fantasia na magia da Canção Voa liberdade com as asas da emoção Eu peguei carona pr'uma nova dimensão Viajei então p'ra um outro lugar Longe da visão e de alguém imaginar Onde as pessoas curtiam p'ra valer Zuando em hamonia de um lazer Refrão Ieê, ieê, a magia chegou Quero a paz, liberdade e amor Dançar, dançar um break voador Zoa com a Força, Mutuapira e o Salgueiro E para as galeras vou mandar o meu abraço Fazenda Botafogo, Cavalo de Aço Fauna, Faz-Quem-Quer e o Morro do Alemão Vila Operária, Vidigal e o Vaz Lobão A massa da Mineira, Adeus e oUrubú Santa Cruz, Oswaldo Cruz, e o Morro Azul Campinho, Pombal, Borel, Morro do Galo E vai um alô p'ro mulão de São Gonçalo Jóquei, Boa Vista, Buassú, Catarinão O Coz e o Paraíso, Fazenda e o Chumbadão Rodo e Martins, Lindo Parque, Camarão Cruzeiro, Marimbondo, a Estrela e o Escadão Viana e Madama, Carecas do Canal Pecado e Feijão, Mutuá e a Central Menino de Deus e a massa da favela Eram as mais visadas na imagem de uma tela Sorrir era tão legal, ver o mulão Zuando no trenzinho, acenando com a mão Refrão