restaurar

Chuva Forte

Claudinho E Buchecha

Era de papel nosso amor Veio a chuva forte e espanou Abrindo cratera no meu Coração Oh! Não era à vera, desilusão Se desfez e o vento levou... Abram alas que um break agora eu vou dançar Pantomina, imagina, ajuda a deixar pra lá Tira o sarro, mas entra no meu carro Se quer ser feliz é melhor se entregar Já na mira, minha ira me obrigou a mudar As sequelas da favela você soube enganar Eu sofria mas de cabeça fria Fui tão infeliz, resolvi descontar Era de papel nosso amor Veio a chuva forte e espanou Abrindo cratera no meu Coração Oh! Não era à vera, desilusão Se desfez e o vento levou... Eu que sempre imaginei você inteira pra mim Nem acreditei na causa que nos trouxe esse fim Me amarro, de vez em quando esbarro Numa aqui outra ali, eu só quero é ficar Egoísmo ou traumatismo, infelizmente nem sei Só revido o que vivo, de sofrer já chorei Eu queria ser bem melhor um dia Não quero seguir sendo um fora da lei Era de papel nosso amor Veio a chuva forte e espanou Abrindo cratera no meu Coração Oh! Não era à vera, desilusão Se desfez e o vento levou...