restaurar

a Moda Do Corte

Craveiro e Cravinho

O corte é palavra curta Mas é de grande aproveito A cachaça corta o medo O café corta o efeito A lua corta o espaço Confiança corta o respeito A saúva corta o broto E a saudade corta o peito Atalho corta distância Mas o caminho é suspeito Ribeirão corta de frente E não sai fora do leito Malandro corta o baralho Mas o jogo já esta feito O facão corta no golpe Navalha corta de jeito A moda pra ficar boa Tem que cortar o defeito Senão a má língua corta A casaca do sujeito A tesoura corta a asa A inchada corta o eito E o carimbo corta o selo Depois do contrato feito tem gente cortando gasto Pra poder andar direito Se o banco cortar a conta O caboclo passa estreito Quem corta toco do macho Merece todo respeito Só corat o mal com o bem Jesus Cristo que é perfeito