Shadows

Demis Roussos

Álbum: Shadows

Compositor:Demis Roussos

Sombras de mil faces Ficam passando na sua mente Nomes e lugares inesquecíveis Jamais esquecidos Trata-se de sua imaginação Buscando abrigo da chuva Ou uma longa conversa consigo mesmo Mais uma vez Sombras nunca apontam um dedo Para as coisas que você diz ou faz Silenciosamente elas parecem demorar Em qualquer lugar para o qual você possa correr Compartilhando cada alegria ou tormento Todo riso ou desespero Enfrentando você a qualquer momento Se você se atrever Corações gentis que que se renderam O que você não compreende Conquistas de uma noite terminada Segurando você com as mãos tremulas Em um livro um trevo de quatro folhas Marca o dia em que você disse olá Até ela achar que havia acabado Há muito tempo Pequenas coisas tinham perdido o seu significado Deixando apenas o vazio Palavras afetuosas e sentimentos simples Nunca cedeu sua fome Ontens permanecem tão certos Amanhãs continuam incertos Você pode ler a linha que escurece Em sua mão Ambas as extremidades de uma vela queimando Brilha tão reluzente por um instante Rugas de uma vida refletindo Em seu sorriso Sombras nunca apontam um dedo Para as coisas que você diz ou faz Silenciosamente elas parecem demorar Em qualquer lugar para o qual você possa correr Compartilhando cada alegria ou tormento Todo riso ou desespero Enfrentando você a qualquer momento Se você se atrever

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe