Acesso

 

E-mail

esqueciSenha

Entrar

Login com o Facebook

Login com o Google

não tem uma conta?
cadastre-se

página inicialf

Poeira

Fagner

logo cifrasCifras de Poeira
O carro de boi lá vai gemendo lá num estradão
Suas grandes rodas fazendo profundas marcas no chão
Vai levantando poeira, poeira vermelha, poeira
Poeira do sertão

Olha seu moço a boiada, em busca dum ribeirão
Vai mugindo e vai ruminando, cabeças em confusão
Vai levantando poeira, poeira vermelha, poeira
Poeira do meu sertão

Olha só o boiadeiro montado em seu alazão
Conduzindo toda a boiada com seu berrante na mão
Seu rosto é só poeira, poeira vermelha, poeira
Poeira do meu sertão

Barulho de trovoada coriscos em profusão
A chuva caindo em cascata na terra fofa do chão
Virando em lama poeira, poeira vermelha, poeira
Poeira do meu sertão

Poeira entra em meus olhos, não fico zangado não
Pois sei que quando eu morrer meu corpo vai para o chão
Se transformar em poeira, poeira vermelha, poeira

Poeira do meu sertão, poeira do meu sertão, poeira
Poeira do meu sertão



TIGRESA13

Reportar Letra Repetida | Corrigir? Letra enviada por TIGRESA13 em 5/5/2010

Envie sua tradução!Traduzida para Inglês por ninguém

Envie sua tradução!Traduzida para o Espanhol por ninguém

 Reportar letra repetida Corrigir letra errada

140 caracteresO que você acha dessa música?

 

 

Músicas de Fagner

buscarNão achou?

 colabore enviandoA música não está no site?

Quem ouviu este artista

de edward Você sabia?

O cantor e compositor Raimundo Fagner, quando veio morar no Rio de Janeiro em 1972, ficou hospedado na casa da cantora Elis Regina, que o lançou gravando a música Mucuripe, de sua autoria, que mais tarde foi regravada por Roberto Carlos! Em seguida ele foi morar com o (também cantor) Ney Matogrosso!

ver outras curiosidadesenvie uma

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Fagner e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

©2016 Petaxxon Comunicação Online