restaurar

A Jovem Vizinha

Gilberto Gil

Eu gosto tanto da jovem vizinha Pena que ela ache tão estranha minha maneira de ser Ser do meu jeito, bem que ela queria Pena que a vontade foi tão reprimida que não dá mais pé Porque ela pensa que a culpa é minha Da natureza ter espalhado a vida por aí Mas tudo é só porque ela está sozinha Com grilos e grilhões que a mãe deixou antes de sair Às compras Eu também gosto da mãe da vizinha Pena que ela faça uma idéia tão errada de Jesus Parece até que ela não adivinha Que não foi exatamente por ser como ela é Que o mestre foi parar na cruz Que não foi exatamente por dizer o que ela diz Que o mestre foi parar na cruz Que não foi exatamente por fazer como ela faz Que o mestre foi parar na cruz

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.