restaurar

Gueixa No Tatame

Gilberto Gil

Não sou de queixa Mas a gueixa me iludiu Logo de cara, umeboshi Uma ameixa salgada Quieto, seu mano engoliu Um forte impacto no ilíaco Mas se era afrodizíaco, tudo bem Gueixa não é sempre que se tem assim Depois ela serviu, sake, sushi, nato, tofu Como encontrar apetite pra tanto palpite no menu Não sei se vinha da ameixa mas a deixa era Luzes, câmera, ação ! Não aguentava mais meu coração Minha gueixa no tatame Parecia um camafeu Uma gueixa no tatame E eu ali perto do céu Olhei pra ela e disse Sonho, sonho meu Nesse mesmo instante Incontinente ela adormeceu Não foi possível libertá-la do morfeu

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.