restaurar

Tarde Em Itapuã

Gilberto Gil

Um velho calção de banho Um dia prá vadiar O mar que não tem tamanho E um arco-íris no ar... Depois, na Praça Caymmi Sentir preguiça no corpo E numa esteira de vime Beber uma água de côco É bom!... Passar uma tarde em Itapuã Ao sol que arde em Itapuã Ouvindo o mar de Itapuã Falar de amor em Itapuã...(2x) Enquanto o mar inaugura Um verde novinho em folha Argumentar com doçura Com uma cachaça de rolha... E com olhar esquecido No encontro de céu e mar Bem devagar ir sentindo A terra toda rodar É bom!... Passar uma tarde em Itapuã Ao sol que arde em Itapuã Ouvindo o mar de Itapuã Falar de amor em Itapuã...(2x) Depois sentir o arrepio Do vento que a noite traz E o diz-que-diz-que macio Que brota dos coqueirais... E nos espaços serenos Sem ontem nem amanhã Dormir nos braços morenos Da lua de Itapuã É bom!... Passar uma tarde em Itapuã Ao sol que arde em Itapuã Ouvindo o mar de Itapuã Falar de amor em Itapuã...(2x)

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.