Advento: 1

Hinário Luterano

Sentinela, vai-se a noite, que sinais me tens a dar? Que me dizes das promessas do sivino amor sem par? Caminheiro! Não percebes sobre o monte a cintilar nova estrela portadora de mensagem singular? Sentinela, tais fulgores podem bênçãos predizer? Sim, o brilho desta estrela novos tempos vem trazer; novos dias, novas eras, tudo novo nos vai ser, para todos neste mundo, quando o brilho seu vencer. Sentinela, eis nasce o dia; foge a noite, tudo é luz; vai-se a treva, cessa o medo, já nos falam de Jesus! Amoroso, desde o berço ao triunfo lá na cruz, com sua graça nos liberta: para a glória nos conduz.

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe