Terra

Jayne

Terra - igual um rosto enrugado por planícies e serrados, cordilheiras e varjões. Terra - ventre que traz escondido, hoje raízes de vida que amanhã florescerão Corre como pranto em sua face a água do rio que nasce dos olhos verdes do chão Terra - onde se apóiam meus passos, os mares são os seus braços com a terra se dando a mão No espaço de meu destino também sou planeta Terra recebo o sol no verão e flores na primavera Terra - de onde vim, pra onde vou, terra eu fui e terra eu sou, pois faço parte do chão Terra, se outra semente consigo, para juntar-se comigo, teremos desta união Campos florindo sobre o chão bruto, sementes depois do fruto e frutos depois da flor Ela, eu não sei porque razão, não planta em meu coração, a sementinha do amor.

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe