restaurar

Acalma o Meu Coração

Lauriete

Não quero interromper o seu silêncio, oh, Pai Mas é só orando que eu encontro paz O vento da aflição quer apagar a chama Da minha adoração o mundo é um oceano Minha carne é um furacão Minha vida é um barquinho buscando direção Descansa em minha alma E acalma a tempestade que agita o meu coração! Acalma o meu coração! Acalma o meu coração! O vento está soprando Mas é te adorando que venço o mar da aflição Acalma o meu coração! Acalma o meu coração! Só venço esse mundo se for com tua presença Acalma o meu coração! O barulho do mar vem pra me confundir Oh, pai não deixe as ondas Minha fé diminuir Perdoa se pensei que em meio ao teu silêncio Não estivesse ali Viver na superfície sem poder respirar É o mesmo que morrer por não te adorar És o meu oxigênio Se não for tua presença Minha fé vai naufragar!