a Morte De Um Guerreiro

Léo Canhoto e Robertinho

Eu quero que todos façam silêncio Silêncio para ouvir minha canção Minha alma de tristeza esta chorando Em luto se encontra meu coração A morte carregou pra bem distante Mais um soldado da minha nação Que deus lhe guarde no reino da glória Querido lavrador, querido irmão Ressoam as trombetas no infinito Jesus estende a mão com todo amor Os anjos estão cantando alegremente Para receber a alma de um lavrador Você que trabalhou aqui na terra Cumprindo as leis de cristo redentor Descança meu querido irmão da roça No céu juntinho de nosso senhor

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe