restaurar

Flor Do Baile

Lourenço e Lourival

Eu estava no baile cantando Pra esquecer a traição de um amor Quando eu vi os boemios dizendo Entra agora no baile uma flor Eu olhei para ver quem entrava E chorei com profunda emoção De que era a mulher que um dia Que tomou a alegria do meu coração Flor do baile É assim que os boemios a chamam Mas o meu coração que reclama Sabe bem qual a flor que tu és Flor da lama Que fugiu do jardim do meu lar Hoje viu tristonha a murchar Na orgia dos seus camarés Quando ela com outro dançava Bem balados por minha canção Um solusso embargou minha voz Nao cantei e chorei de emoção Ao saber que após tantos anos Onde vinha encontrrar meu amor Para mim ela hoje é uma flor