Menina Da Aldeia

Lourenço e Lourival

Te conheci criança, Quando você morava na aldeia, Você era uma menina feia, De chinelinho nos pés, Sempre despenteada, Saia rasgada nas cadeiras, O dia inteiro abanando a peneira, na colheita do café. Te encontro agora, completamente diferente, Tão bonita e atraente, um encanto de mulher, Queria tanto ser o seu primeiro namorado, Seu marido apaixonado, cheio de amor e fé. (Refrão) Menina da Aldeia... Ai quem me dera se eu pudesse agora, Voltar de novo ao tempinho da escola, E com você novamente estudar. Menina da Aldeia... Lembro me ainda como se fosse agora, Eu no caminho lhe te tomava a sacola, Só pra ver você chorar. Quem diria que você iria ficar tão bonita? Não usa mais o vestido de chita, Nem a sandalia de amarrar, Ficou moderna agora, Lindas curvas na cintura, Parece mesmo uma escultura, Delicada no andar. O tempo transformou aquela menina feia, Num corpinho de sereia, Um encanto de mulher, Queria tanto ser o seu primeiro namorado, Seu marido apaixonado, cheio de amor e fé.

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe