restaurar

A Moda da Mula Preta

Luiz Gonzaga

Eu tenho uma preta Tem sete palmo de altura A mula é descanelada Tem uma linda figura, ai, ai, ai Tira fogo na calçada No rampão da ferradura, ai, ai, ai Com uma morena delicada Na garupa faz figura, ai, ai, ai A mula fica enjoada Pisa só de ancadura ( bis) O ensino da criação Veja quanto que regula, ai, ai, ai, O defeito do mulão Eu sei que ninguém clacula, ai, ai, ai, Moça feia e marmajão Na garupa, a mula pula, ai, ai, ai, Chega a fazer cerração Todos os pulos dessa mula, ai, ai, ai, Cabra muda de feição Sendo preto fica fula (bis) Eu fui passear na cidade Só numa volta que eu dei, ai, ai, ai, A mula deixou saudade No lugar onde passei, ai, ai, ai, Pro mulão de qualidade Quatro conto eu injeitei, ai, ai, ai, Pra dizer mesmo a verdade Nem sastifação eu dei, ai, ai, ai, Fui dizendo boa tarde Pra minha casa voltei (bis) Soltei a mula no pasto Veja o que me aconteceu, ai, ai, ai, Uma cobra venenosa A minha mula mordeu, ai, ai, ai, Com o veneno dessa cobra A mula nem se mexeu, ai, ai, ai, Só durou umas quatro horas Depois a mula morreu, ai, ai, ai, Acabou-se a mula preta Que tanto gosto me deu (bis)

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.