restaurar

Acordo Às Quatro

Luiz Gonzaga

Acordo às quatro Tomo meu café Dou um beijo na muié E nas crianças também Vou pro trabáio Com céu ainda escuro Respirando esse ar puro Que só minha terra tem Levo comigo Minha foice e a enxada Vou seguindo pela estrada Vou pro campo trabaiá Vou ouvindo O cantar dos passarinhos Vou andando, vou sozinho Tenho Deus pra me ajudar Tenho as miúças Carneiro, porco e galinha Tenho inté uma vaquinha Que a muié véve a cuidar E os menino Digo sempre a Iracema Em Santana de Ipanema Todos os três vai estudar Pois eu não quero Fío meu analfabeto Quero no caminho certo Da cartilha do abc Eu mesmo Nunca tive essa sorte Mas eu luto inté a morte} bis Móde eles aprender

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.