restaurar

Linda Brejera

Luiz Gonzaga

Vem cá brejeira, pro sertão Tens meu rancho a te esperar Deixa o frio desse brejo e vem Eu te dou o sol pra te aquentar Tenho as noites lindas de luar E uma rede de algodão Tudo é teu, se tu quiser, amor Vem linda brejeira pro sertão Quando à tardinha, a juriti canta Solta na garganta na grande solidão Vem distante o grito de uma siriema Completa o poema, que é o meu sertão

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.