restaurar

Saudade De Pernambuco

Luiz Gonzaga

Ai que saudade lá de Pernambuco De Iputinga, Arruda, Encruzilhada De Água Fria, Torre, Dois Irmãos A saudade tá danada, num resisto não Se me aperta mais o peito, pego o avião Vou comer sarapaté, carne de charque com feijão Vou tomar uma Pitú ou Chica Boa com limão Quando eu lembro do Recife, ai que dor no coração Da sanfona do Sivuca, do Sherlock a conversar Do Turim e o Buda Peixe, Haroldo Praça a gaguejar Da peixada da lagosta, do siri com camarão Da praia de Rio doce, tudo é belo meu irmão Do caju, do abacaxi e das tarde de verão Ai, ai meu Deus eu vou voltar Não posso mais, quando eu me lembro, dá vontade de chorar Daquelas pontes do Capibaribe Das caçadas em Beberibe E das noites de luar Dos valentões com peixeira na cinta E um punhado em sobreaviso E a rasteira a vadiar Em Pernambuco tudo é diferente Como é boa aquela gente quem vai lá num quer voltar Te aquieta, coração véio! Tais numa peinha de nada, hein?!

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.