restaurar

A Mulher do Leiteiro

Marchinhas de Carnaval

Todo mundo diz que sofre Sofre, sofre neste mundo Mas a mulher do leiteiro sofre mais Ela passa, lava, cose E controla a freguesia E ainda lava garrafa vazia E o leiteiro, coitado Não conhece feriado Enfrenta satisfeito Toda a noite o sereno E a mulher dele Que trabalha até demais Diz que tudo que ela faz Ainda é café pequeno.