Pra Tudo Se Acabar Na Quarta-feira

Martinho da Vila

Álbum: Pra Tudo Se Acabar Na Quarta-Feira

A grande paixão Que foi inspiração Do poeta é o enredo Que emociona a velha-guarda Lá na comissão de frente Como a diretoria Glória a quem trabalha o ano inteiro Em mutirão São escultores, são pintores, bordadeiras São carpinteiros, vidraceiros, costureiras Figurinista, desenhista e artesão Gente empenhada em construir a ilusão E que tem sonhos Como a velha baiana Que foi passista Brincou em ala Dizem que foi o grande amor de um mestre-sala O sambista é um artista E o nosso Tom é o diretor de harmonia Os foliões são embalados Pelo pessoal da bateria Sonho de rei, de pirata e jardineira Pra tudo se acabar na quarta-feira Mas a quaresma lá no morro é colorida Com fantasias já usadas na avenida Que são cortinas, que são bandeiras Razão pra vida tão real da quarta-feira É por isso que eu canto

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe