restaurar

Recordação

Milionário e José Rico

Compositor:Goiá - Nenete

Amargurado pela dor de uma saudade Fui ver de novo o recanto onde nasci Onde passei minha bela mocidade Voltei chorando com a tristeza que senti. Vi a campina que eu brincava com maninho E a palmeira que meu velho pai cortou Chorei demais com saudade do velhinho Que Deus do céu há muitos anos já levou. REFRÃO E onde estão meus estimados companheiros Se foram tantos janeiros desde que deixei meus pais Adeus lagoa poço verde da esperança Meu tempinho de criança que não volta nunca mais. Meu pé de cedro desfolhado já sem vida Final amargo de uma rósea esperança O monjolinho quero ouvir suas batidas A embalar a minha alma de criança. Manso regato que brotava lá na serra Saudosa fonte que alegrava o meu viver Adeus paisagem céu azul da minha terra Rincão querido hei de amar-te até morrer. REFRÃO...

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.