Acesso

 

E-mail

esqueciSenha

Entrar

Login com o Facebook

Login com o Google

não tem uma conta?
cadastre-se

página inicialm

Cilada

Molejo

logo cifrasCifras de Cilada
Quase morri do coração
Quando ela me convidou
Pra conhecer o seu ap
Me amarrei, demorou

Ela me usou o tempo inteiro
Com seu jeitinho sedutor
Eu fiz serviço de pedreiro,
De bombeiro, encanador

Inocente, apaixonado
Eu tava crente crente
Que ia viver uma história de amor

Que cilada, desilusão
Ela me machucou
Ela abusou do meu coração

Não era amor, ôh, ôh
Não era
Não era amor, era
Cilada

Não era amor, ôh, ôh
Não era
Não era amor, era
Cilada cilada cilada cilada
Cilada cilada cilada cilada

Quase morrendo de cansaço
Pálido e me sentindo mal
Me trouxe um wisky bem gelado
Me fez um brinde sensual
Aquele clima envolvente
Acelerou meu coração
Chegou um gigante de repente
grintando sujou, te peguei ricardão

anonimo

Reportar Letra Repetida | Corrigir? Letra enviada por anonimo em 12/15/2008

Envie sua tradução!Traduzida para Inglês por ninguém

Envie sua tradução!Traduzida para o Espanhol por ninguém

 Reportar letra repetida Corrigir letra errada

140 caracteresO que você acha dessa música?

 

 

Músicas de Molejo

buscarNão achou?

 colabore enviandoA música não está no site?

Quem ouviu este artista

ChubsChubs(10)

de BaLuan Você sabia?

Andrezinho do Molejo é filho do mestre André, da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, o criador das paradinhas.

ver outras curiosidadesenvie uma

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Molejo e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

©2016 Petaxxon Comunicação Online