restaurar

Mina Firmeza

Ndee Naldinho

Mina Firmeza Ndee Naldinho Hummmmmm Nanananana Uououooooo Já faz um tempo que a gente não se tromba Amigo, vou falar como a minha vida anda Esse tempo que a gente ficou desligado Muita coisa ficou embaçado Lembra aquela mina que era firmeza? Foi embora, me deixou na tristeza Irmão, minha vida mudou Aquela mina firmeza me deixou Aquela coisa e tal, beleza natural Que eu ainda pago um pau Não aparece nem me telefona, sei lá (sei lá) Por onde é que ela anda (sei láá) Viver sem ela, sangue bom, é muita treta, Por isso eu tô assim, aqui nessa tristeza Beleza rara, um dom da natureza Aquela mina é firmeza Vou com uns camarada num rolê, (nanananá) Só falo dela, todo mundo ouve, todo mundo vê Me torno até um mano chato Não sei, tem gente que até tira um barato Mas ninguém sabe qual que é o meu esquema com ela Que me deu abrigo e eu me levantei na favela Eu agradeço a Deus que ela apareceu, Quando eu tava na pior e tudo se resolveu Mina de responsa, não tem tempo ruim É pra qualquer situação, ela é assim Não atrapalha nas minhas correria Sabe viver no dia-a-dia Ae, amigo, eu preciso de alguém pra desabafar, Tenho muito ainda pra falar Minha pequena mulher, ela é um dom da natureza Aquela mina é firmeza Refrão: Amigo, eu estou aqui de braços abertos (tchup tchup tchup tchu) Me conte os seu problema, eu quero estar por perto (uuuuu) Fiquei sabendo que ela foi embora, não voltou mais (tchup tchup tchup tchu) Mas quem sabe ela se arrependa e volte atrás! (uuuuuuuu) Aqui na minha goma, aqui na minha quebrada Sempre cola uma pá de camarada Sempre me pergunta onde é que ela está (uouó) Não sei nem o que falar Chegava em casa cansado dos meus adianto Ela vinha me abraçava, o rango tava pronto Agora é diferente tá tudo mudado Aqui sem ela, tô me sentindo largado "Vem que o rango tá na mesa" Servia a janta, abria uma cerveja, Descansava um pouco e me jogava pra cama Ela vinha, me abraçava, me amava Amigo, agradeço por você me escutar Tava mesmo precisando desabafar Tudo o que falo é certeza (nananá) Aquela mina é firmeza Refrão (duas vezes) Preciso dá um rolê, tomar uma cerveja, Esfriar minha cabeça Preciso ligar os mano na favela Quem sabe alguém viu ela Tô sentindo falta em minha cama Fazer amor com ela dizendo que me ama Tô sentindo falta de carinho Se não for o dela é melhor ficar sozinho O dia passa a noite vem Tá embaçado, tô precisando de alguém Preciso ver minha princesa Não quero mais viver nessa tristeza Amigo eu preciso encontrar Saber onde ela anda, saber onde ela tá Mulher de responsa, um dom da natureza é Aquela minha é firmeza Refrão (duas vezes) Amigo eu estou, amigo eu estou Aqui de braços abertos (tchup tchup tchu) Me conte seu problema, eu quer estar por perto (uuuu) Refrão Nananananá (tchp tchup tchup tchu) Nanánanánaná aaaaa (uuu)