restaurar

Pirou O Cabeção

O Surto

Eu tava ali! Ela também, ela também Estava ali Tava parada E olhando para mim A conversar com um chegado Bem do meu lado Me encorajando A chegar junto dela... Fala prá ela Sobre a minha intenção Antes que esqueça Pois se ver meu cabeção Eu vou me levantar Vou lá onde ela está Falar prá ela! Um rosto lindo E um sorriso encantador E um jeitinho de falar Que meu piroooou Que me pirou o cabeção! Um rosto lindo E um sorriso encantador E um jeitinho de falar Que meu piroooou Que me pirou o cabeção! Que me pirou! E ela deixou! E o piercing dela Refletia a luz do sol Os olhos dela Me indicavam a direção Cabelo ao vento Meus olhos sempre atentos A seus movimentos Que piração! Acho que é hora De uma aproximação De um diálogo Sobre essa condição Dessa história De pirar meu cabeção Meu cabeção! Um rosto lindo E um sorriso encantador E um jeitinho de falar Que meu piroooou Que me pirou o cabeção! Um rosto lindo E um sorriso encantador E um jeitinho de falar Que me piroooou Que me pirou o cabeção! Que me pirou! E o piercing dela Refletia a luz do sol E os olhos dela Me indicavam a direção Cabelo ao vento Meus olhos sempre atentos A seus movimentos Que piração Acho que é hora De uma aproximação De um diálogo Sobre essa condição Dessa história De pirar meu cabeção... Um rosto lindo E um sorriso encantador E um jeitinho de falar Que me piroooou Que me pirou o cabeção! Um rosto lindo E um sorriso encantador E um jeitinho de falar Que meu piroooou Que me pirou o cabeção! Que me pirou!