restaurar

Amor De Uma Noite

Peão Carreiro e Praense

AMOR DE UMA NOITE {Canção Rancheira} Peão Carreiro – Tião Carreiro Peão Carreiro e Praense A vida que levo não presta Mas vivendo passei a gostar, Transformei minha vida num jogo E perdendo aprendi a ganhar, Coloquei cadeado no peito E mandei minhas mágoas embora, Para sempre apaguei da lembrança Os momentos sofridos de outrora. Uma noite que vai, outra noite que vem Nunca me falta carinho de alguém Um disco tocando, bebidas na mesa... Amor de uma noite, não mata ninguém. Coloquei cadeado no peito E mandei minhas mágoas embora, Para sempre apaguei da lembrança Os momentos sofridos de outrora. Uma noite que vai, outra noite que vem Nunca me falta carinho de alguém, Um disco tocando, bebidas na mesa... Amor de uma noite, não mata ninguém.