restaurar

Salmos 23 E 91

Pregador Luo

O senhor é meu pastor e nada me faltará Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas Tranquilas Refrigera a minha alma, guia-me pelas veredas da justiça por Amor ao seu nome Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria Mal algum Por que tú estás comigo a tua vara e o teu cajado me consolam, Me consolam Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos Unge minha cabeça com teu óleo, o meu calíce trasborda Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão por todos Os dias da minha vida E habitarei na casa do senhor por longos dias, por longos dias Obrigado deus, pois tenho a ti como meu pastor Eu era a ovelha perdida que o senhor reencontrou Deitar-me faz em verdes pastos Oh senhor meu pastor Guia-me por águas tranquilas E nada vai me faltar Aquele que habita no esconderijo do altíssimo, á sombra do Onipotente descansará Direi do senhor ele é o meu deus, o meu refúgio, minha Fortaleza, nele confiarei Por que ele me livrará do laço do passarinheiro, da peste Perniciosa Me cobrirá com suas penas debaixo das suas asas, estarei seguro A sua verdade para sempre será meu escudo Não temerei o espanto noturno, nem a seta que voe de dia Nem peste que ande na escuridão, nem mortandade que assole no Meio do dia Mil cairão ao teu lado, dez mil a tua direita Mas tú não será atingido, diz o meu deus Com os meus olhos olharei e verei a recompensa dos impios Oh, senhor meu refúgio, altissimo, habitação Nem um mal me sucederá, nem praga alguma chegará a minha tenda Deitar-me faz em verdes pastos Oh senhor meu pastor Guia-me por águas tranquilas E nada vai me faltar Aos seus anjos ele dará ordem ao meu respeito Para me guardar em todos os meus caminhos Eles me sustentarão nas suas mãos para que eu não tropece com o Pé em pedra Pisarei sobre o leão e a aspide, calcarei meus pés no filho do Leão e da serpente Por que te amei oh senhor me livrou, me colocou num alto retiro Por que conheci teu nome sempre lhe invocarei, pois sei que Sempre me respondera Estará comigo no dia da angústia, me livra-la e me glórificará Obrigado por me dar abundância de dias e me mostrar a sua Salvação Ter escrito tuas leis no meu coração Ter morrido por mim e aceitar meu pedido de perdão Se sacrificou em meu lugar Nunca poderei reembolsar o preço que pagou pra me salvar Obrigado senhor. Deitar-me faz em verdes pastos Oh senhor meu pastor Guia-me por águas tranquilas E nada vai me faltar