restaurar

Brasília De Neguim

Projota

Demorou, então, calcei meu melhor bute e fui Igual nos tempos das camisa da Da Hui Fubu, na kebrada, de rolé, pega nada Vou caminhando e sussurrando "homem na estrada" Salve, a benção do Senhor pa nóis Isso é quintal de casa, tô em bons lençóis E... a ventania leva as telha e pá Mas não tira do chão o pé de quem souber plantar Vem com nóis, pra eu estrear o bute novinho Seis loucos jogados na Brasília do Gordim Vamo ae João, que as mina já tá lá Só vai sobrar farelo se nóis demorar Partiu, xii... polícia viu, mó treta Quer pegar quem é do mau, vai enquadrar o capeta Me faz parar, não arruma nada e quer chiar É, tem uns "peida-na-linguiça" que só serve pra atrasar. Vamo ae! Olha o sorriso dos meninos sem dim De rolé na Brasília de neguim Você já sabe quem vem, quem vai Nóis, sobe aê, vamo aê Vai que vai, pelas rua da norte Mexendo c'as mina pá e desviando da morte Irmão, tanta coisa ruim pra se esquecer 'Cê tá tentando se encontrar? Hoje eu só quero me perder (Muleque doido, liga os mano do Tucuruvi que os cara ligou um som na rua para a gente ouvir) Onde que é? (Cê sabe onde fica o Mandaqui depois passa do Imirim, já era, é só seguir) No Lauzane, mais um dos quartel general Formador de soldado das quebrada, pelamor 'Tamo junto, desde os tempos das Mobilete Dos Roleman, eu sou mais um membro do clã Exército sem farda de favela Fortificado pelos pão com mortadela Acelerando esmiguelando as curva, tio Até conheço o caviar, mas prefiro bolinho de chuva, né Olha o sorriso dos meninos sem dim De rolé na Brasília de neguim Você já sabe quem vem, quem vai Nóis, sobe aê, vamo aê A pipa cai no fio Aguçando os vermes das barriga desses muleque vadio Pula muro a milhão, igual eu, na missão, Rapidão, te falei, tá na mão Já peguei, põe no céu, no mundo cê faz o seu papel Como a pipa sobe, um é rei, outro é réu Sem problema, nóis já tá pra chegar No esquema... sente o cheiro de bagunça no ar Vai té cheio de mulher, só vamo analisar 'Cê fica esperto se alguma mina te olhar E se quiser colar, só vai ter a ganhar Ou é a mulher da sua vida, ou mais história pra contar É quando toca o celular Aquela mina lá, ó, dizendo que quer colar É só chegar, mulher, mas, ó, se liga Hoje eu tô c'os irmão, se quer vir, vem. Mas então, traz as amiga Vem Olha o sorriso dos meninos sem dim De rolé na Brasília de neguim Você já sabe quem vem, quem vai Nóis, sobe aê, vamo aê