restaurar

Ela

Projota

Linda, como a mais bela flor do mais belo jardim De concreto com pixe onde não cresce mais campim Sim jasmim, ela exala o cheiro da fumaça Sou eu que passo por ela, não vejo quando ela passa Me perco nas suas curvas Encontro outros caminhos De sempre estar perto o bastante dos seus carinhos Não é mazoquismo, também não tô dando guela Mais eu só me sinto bem quando eu tô pisando nela Ela é tão bela, e eu tô sempre junto com ela Encontro com ela lá no centro e ela me traz pra Favela Ela é fiel, por isso nosso amor decola Os cara passa, olha, mexe e ela nunca dá bola Eu quero ela e ela me quer, vai ser sempre assim Faço um role junto com ela mesmo se tô sem din din E ela nem reclama, ela é meio calada Acho que perdeu a voz por estar tão apaixonada Minha melhor amiga, minha deusa Minha musa, me abusa, me usa Talvez ela te seduza E aí se vê que essa é a vida do mc Se apaixona por alguém que nunca vai te trair Passo por ela pra ir no mercado e até na padaria Lembro que antes ela me paquerava e eu só sorria Mais agora o nosso amor é eterno Eu escrevi ''projota e rua'' lá no fim do meu caderno Refrão: Eu vou de busão que é pra poder te admirar Com uma vontade de correr e te abraçar Ai quem me dera se essa rua fosse minha Só andava descalço pra nela sempre tocar [x2] Eu preservo ela como ela me preserva Se eu não sei pra onde ir deixo que ela me leva Por ela eu canto, eu rimo, eu vivo Encontro nela várias armadilhas das quais eu me Esquivo Rua, que me encaminha pros melhores lugares, Que leva eu e meus amigos á salvo pros nossos lares Na sola do pé que bate o coração vagabundo Porque a rua fica lá e ela é o coração do mundo Vem pra mim, seja minha porque eu sou seu A rua reina mais do que o rei da roupa que o rato Roeu Linda, menina da pele preta ou marrom Seja asfaltada ou de barro Se eu tô com ela tá bom Vai, tô ansioso até umas hora pra te ver Mais a gente se tromba assim que eu sair pro role Te dedico cada letra escrita nessa canção Os vagabundo como eu também te tem no coração É embassado, saber que tem uns mano trancado, Privado de poder te ver, isso me deixa chocado Porque o que quiser de mim pode levar Mais foi na rua que eu cresci e é nela que eu vou Ficar Os cara te maltrata, te deixa esburacada Mais a minha paixão por ti não diminui em nada Os falso reclama que é suja Mais idaí, é suja mesmo A sujeira mais linda que eu já vi Refrão: Eu vou de busão que é pra poder te admirar Com uma vontade de correr e te abraçar Ai quem me dera se essa rua fosse minha Só andava descalço pra nela sempre tocar [x2]

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.