Mais do Que Pegadas

Projota

Foco Força E Fé Me lembro bem de quando escolhi fazer Rap E fui encontrar o caminho onde um homem evolui Tava consado do que o mundo oferecia de bandeja E fui atrás, sabia que existiria mais. Por trás das leis por trás da verdade forjada Encontrei amigos e um sonho nessa caminhada. Se Deus me deu caneta, Eu devolvi poesia Passei decorar totos os Rap que eu ouvia. E um dia comprei uma corrente Que tinha cor de prata, Mas não era de prata reciclagem de lata, Comprei duas camisetas GG E a calça mais larga que a loja podia vender. E me senti mais vivo Funcionava como um insentivo Mais um motivo pr'eu acalmar meu lado agressivo Depois joguei tudo isso fora, Enfim. Tava maduro pra inxergar que o Rap já Tava dentro de mim. Tipo Daniel San, mestre Miyagi O Karate que vem de dentro Da alma não há que pague. Pupilo consiente, mostrei dedicação Meu coração é uma junção de Brown, Mv e Elhão. Sou o tiuzin nos bares, fujo da solidão Sou familia dos lares, fujo da multidão Sou Zumbi dos Palmares, fujo da escravidão Mas meu Quilombo é fone nos ouvido e Rap pesadão. HAHA Somos Notorious Big,tambem somos 2Pac. Irmão que sai do crime, pivete que larga o Crack O Rap é piripaque no seu sistema nervoso, Do caminho que escolhi hoje sou orgulhoso, Muita treta chega, Mais ainda manter, Se a caneta estourar, Vou sangrar pra escrever, A dedo pra que a nossa honra seja mantida Pois quem tem medo de sofrer Não merece o melhor da vida. E é tão fácil alegrar meu povo, Acostumado a agradecer á Deus Por ter um pão com ovo, Querem mais sem saber o quanto existe mais Lembro bem da alegria que tras O cheiro de um tênis novo. Sorte ? Naõ sei se isso existe de verdade, Aqui na Perifa, Eu nunca ganhei uma rifa. Com sinceridade .. Sorte é escapar da maldade, Alguns acreditam em anjos Eu acredito em amizades. Zumbi lutou tanto pra alcançar a liberdade Tiradentes teve o corpo espalhado pela cidade. Hoje a liberdade tá ai toda liberta, Pergunto, Será que agente ultiliza de forma serta ? Não ! Esse mundo é um saco de fingimento, Eles fingem alimentar, Nós fingimos ter alimento, Eles fingem nos educar, Nós fingimos ter educação. Conclusão .. Nós somos mesmo um bando de Cuzão ! Tá na hora de mudar, Meus sonhos já durmiram por tempo suficiente Agora é hora de acordar, Mais consiente, Do que quando eles lavaram nossas mentes, Abre o olho. Daqui pra frente vai ser diferente Deus faz homens, Igreja faz fiéis, Escola faz alunos, A vida e seus papeis. Cadeia faz tristeza, A rua; Poluição, Cidade; Desmatamento, A morte; Aceitação. Dinheiro faz quase tudo, Vontade faz quase nada, Silencio; Sabedoria, O som; Festa na quebrada, Luta por um ideal abre a porta da caminhada, Humildade faz com que essa porta não seja fechada O homem faz guerra, O homem quer paz, O homem se interra, O homem nem sabe mais. Problemas faz depressão, Sistema faz opressão, E você faça mais do que pegadas nesse chão!

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe