Navio Negreiro

Quarteto Vida

Cruzando o tempo daqui se vê muito negreiro vendendo o quê traz escondido em seu mau querer áfricos, tráficos, vida e ser varando as ondas escuto a dor feito um lamento: ai meu Senhor! onde a razão trata do furor canta a vingança da clara cor por todo o mar há liberdade há muito dom de verdade cada lugar do oceano faz onda como deseja todo escravo é desejo afim de espaço aberto de além de si vive na espera de ser feliz na volta terra de seu país toda corrente é quimera só de quem pretende guarda a dor a força, viva de um ser menor a força, vida de um ser melhor por todo o mar há liberdade há muito dom de verdade cada lugar do oceano faz onda como deseja todo negreiro é navio mercê de muitas ondas de outro querer quem prende alguém a qualquer dever torna-se escravo até sem saber quem é mais livre: corrente ou pé? mordaço, voz, sombra ou luz até eis o silêncio a resposta é: livre é quem vive de fé em fé livre é quem vive de fé em fé

* A letra está errada? Por favor, envie a correção

* Essa letra é repetida ou pertence a outro artista? nos informe