Acesso

 

E-mail

esqueciSenha

Entrar

Login com o Facebook

Login com o Google

não tem uma conta?
cadastre-se

página inicialr

A Doce Canção De Caetana

Raimundo Fagner

logo cifrasCifras de A Doce Canção De Caetana
Canta que canta a vida
Luta a morte vivida
Espaço, mente e corpo
No tempo perdido em esforço
Ao sentir que nada enfim valeu
Chora, Caetana, a luta em lutar a lufa mal traçada
E acaba encimada nas estrelas, nos lençois da madrugada
Chora, Caetana... Ana, sacana
Chora, Caetana
O brilho das estrelas nos lençóis

Mulher que me fez vibrar o ritmo do universo
Em suas entranhas
Chora, Caetana, a canção dos tristes
Apesar das lutas incessantes
A mulher homem bacante
Passa a velejar a vela do destino
Explorando no seu desatino
O gozo das ninfetas lavadeiras em suas cantilenas matinais

Chora, Caetana... Ana, sacana
Canta, Caetana
O brilho das estrelas nos lençóis
Ao sentir que nada enfim valeu

briga953

Reportar Letra Repetida | Corrigir? Letra enviada por briga953 em 10/14/2009

Envie sua tradução!Traduzida para Inglês por ninguém

Envie sua tradução!Traduzida para o Espanhol por ninguém

 Reportar letra repetida Corrigir letra errada

140 caracteresO que você acha dessa música?

 

 

Músicas de Raimundo Fagner

buscarNão achou?

 colabore enviandoA música não está no site?

Quem ouviu este artista

de maksmais Você sabia?

Em meados de 1978 Fagner teve a oportunidade de criar e dirigir um projeto de grande importância para a Musica Popular Brasileira:o selo Epic, da CBS, destinado a lançar novos valores. É por este selo que foram lançados Amelinha, Zé Ramalho, Elba Ramalho, Robertinho de Recife, além de artistas como Petrucio Maia, Manassés, entre outros.

ver outras curiosidadesenvie uma

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Raimundo Fagner e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

©2016 Petaxxon Comunicação Online