restaurar

Soneto De Prazer

Reinaldo

Amanhece surge o sol Ainda meio sonolento se escondendo sob as nuvens Empurradas pelo vento Que sopra de leve a brisa da manhã Exalando um breve odor de maçã Manha de sol que sempre vejo O explendor da natureza Transbordante de beleza renascer nosso desejo Desperta e vem ver a alvorada Venhe seguir os meus passos na estrada Vem Vem dividir o meu sorrizo E conhecer o paraizo Vc precisa e eu preciso Dessa manha cheia de amor Vamos junto ver A natureza se entregar E ver o amor acontecer Nesse divino desperta Meu amor vem ver E em dueto recitar Esse soneto de prazer Pro nosso amor se transforma Amnhece surge o sol....