restaurar

Que Linda Morena

Rolando Boldrin

Adonde que eu moro tem uma morena Que linda pequena que me faz penar Na estrada de ferro, na estrada de linha Linda moreninha nós vamos passear Eu tô resorvido morena ir s’imbora Vou pra Pirapora no ano que vem Na estrada de ferro, na estrada de linha Linda moreninha vancê vai também Tu casa comigo que eu sou boiadeiro Não farta dinheiro pra vancê gastá Chegando na vila eu te compro um vestido Sapatinho erguido pra nós dois casá Teus oio alumeia, tua boca é mimosa Teu rosto de rosa eu quero beijá Tua boca parece um botão de roseira Morena faceira num deixa eu pená Não chore morena não tenha tristeza Que a vossa beleza me fez pecador Não como, não durmo, não janto, não ceio Só tenho receio perder seu amor Meu cavalo corre mais que a ventania No escurecer o dia eu vou te buscá Tu vem na garupa, oh linda donzela Até na capela pra nós dois casá