restaurar

Viola Pagodeira

Ronaldo Viola e João Carvalho

Minha viola pagodeira, minha fonte de poesia. Rainha das madrugadas em noites de cantoria Ela sempre me acompanha, chega gemer nos meus braços. A viola que eu ponteio tem as dez cordas de aço. Onde tem som de viola e um cantador no compasso A alegria é permanente, tristeza não tem espaço. Igual os dez mandamentos das escrituras sagradas. A beleza do ponteio é por deus abençoado. É nos pés do catireiro, no verbo do repentista. É no verso do poeta, é na ginga do sambista. Tem no sangue do caboclo a beleza da canção. É a fé do nosso povo, bandeira da tradição. Minha viola pagodeira, minha oitava maravilha. Tendo você nos meus braços, minha estrela eu sei que brilha. Encostada no meu peito, derrubo qualquer barreira. Defendendo as raízes dessa terra brasileira

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.