Acesso

 

E-mail

esqueciSenha

Entrar

Login com o Facebook

Login com o Google

não tem uma conta?
cadastre-se

página inicials

Mangueira - Samba Enredo 2002

Samba-Enredo

logo cifrasCifras de Mangueira - Samba Enredo 2002
Brazil com "z" é pra cabra da peste,
Brasil com "s" é a nação do nordeste

Intérprete: Jamelão

Vou invadir o nordeste,
seu cabra da peste
sou Mangueira
com forró e xaxado,
o filho do chão rachado
vem com a Estação Primeira

Mangueira encanta
E canta a história que o povo faz, ô, ô, ô, ô,
Vem mostrar a nação do valente sertão
De guerras e de sonhos imortais
A cada invasão, uma reação
Pra cada expedição, um brado surgia
Brilhou o sol no sertão
À luz de um novo dia
Lendas e crendices,
mistérios que vêm ao luar
No Velho Chico naveguei, com meu cantar

No canto e na dança
No pecado ou na fé, vou seguir no arrasta-pé
Deixa o povo aplaudir
Ao som da sanfona
Vou descendo a ladeira
Com o trio da Mangueira
“doce Cartola”, sua alma está aqui

Padim, Padre Ciço, faça chover alegria
Pra que cada gota seja o pão de cada dia
Jogo flores ao mar pra saudar Iemanjá
E na lavagem do Bonfim, eu peço axé
Terra encantada e predestinada
Tua beleza não tem fim
Brasil, no coração eu levo paz
Pau-de-arara nunca mais

Vou invadir o nordeste,
seu cabra da peste
sou Mangueira
som forró e xaxado, o filho do chão rachado
vem com a Estação Primeira

anonimo

Reportar Letra Repetida | Corrigir? Letra enviada por anonimo em 12/18/2008

Envie sua tradução!Traduzida para Inglês por ninguém

Envie sua tradução!Traduzida para o Espanhol por ninguém

 Reportar letra repetida Corrigir letra errada

140 caracteresO que você acha dessa música?

 

 

Músicas de Samba-Enredo

buscarNão achou?

 colabore enviandoA música não está no site?

Quem ouviu este artista

de lfm Você sabia?

No carnaval da Império Serrano de 1972, "Alô, Alô, Taí Carmem Miranda" a Escola do saudoso Mestre Fuleiro chegou com suas alegorias praticamente nuas na concentração, deixando os componentes da Escola da Serrinha, tristes e preocupados. De repente, Fernando Pinto, o carnavalesco, foi montando folhagens, bichos, coqueiros que estavam embrulhados em plásticos, transformando os esqueletos das alegorias em uma deslumbrante e linda floresta. Era o gênio de Fernando Pinto que começava despontar. A Escola de Samba Império Serrano foi Campeã com um carnaval que ninguém se esqueceu até hoje.

ver outras curiosidadesenvie uma

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Samba-Enredo e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

©2016 Petaxxon Comunicação Online