restaurar

Compadre Gildo

Teixeirinha

Compadre gildo de freitas Encerraste a carreira Acabou a nossa guerra Que era pura brincadeira Agora estás lá no céu Junto a nossa padroeira No jardim da santidade Aceite toda a saudade Do teu compadre teixeira Pediste a terra pro corpo Antes da extrema unção Também comungo contigo Quando eu morrer quero o chão Mas quero é falar de ti Na minha composição Gildo eu digo com certeza Mais um selo de tristeza Que gruda em meu coração Compadre gildo de freitas Ouça bem o teixeirinha Está te mandando um beijo A tua esposa carminha O jorge , o zeca e o paulo O geneco e a neusinha Teus cinco filhos e netos Os donos dos teus afetos Também da saudade minha Na estância grande do céu Onde te encontras agora Junto aqueles trovadores Que a tempo já são outrora Vão fazer versos contigo Prá cristo e nossa senhora O cardoso na sanfona O tereco se apaixona Compadre gildo de freitas O rio grande está chorando Sentindo a falta de ti E o povo se lamentando Não vão ouvir mais nós dois Em versos se debicando Eram duelos de idéias Prá divertir as platéias E nós como irmãos se dando Foi grande a nossa amizade E disso nunca eu esqueço Sempre nos queremos bem E querer bem não tem preço Mas tu partiste com deus Mudaste de endereço Com cristo tu te refez Quando chegar minha vez Compadre gildo apareço.