Acesso

 

E-mail

esqueciSenha

Entrar

Login com o Facebook

Login com o Google

não tem uma conta?
cadastre-se

página inicialt

Caçador do Ivinhema

Tião Carreiro e Pardinho

logo cifrasCifras de Caçador do Ivinhema
Subi o rio Ivinhema numa canoa de remo
fui caçar no gato preto um lugar bão que só vendo
levei a minha dois canos e meu cachorro veneno
soltei no rasto de onça o bicho saiu fervendo
meu cachorrinho é sem raça mais pra levantar uma caça

pra ele é café pequeno

Dando sinal de levante entrou na mata fechada
derrepente lá no alto ele deu uma barruada
eu falei pro companheiro é onça e das bem criadas
minha espingarda tem bala fico firme na cilada
o senhor é de coragem vai esperar na passagem
no corredor da picada

O Zé Pedro é desses homens que não deixa pra depois
ergueu a tráia nas costas e já saiu no pé dois
dizendo cercar a onça muito apressado ele foi
a onça ele ainda disse vive só comendo boi
sabendo dessa façanha me interessei pela banha
pra temperar meu arroz

A corrida foi embora descambou no espigão
eu até fiz um cigarro descansei sobre o garrão
derrepente foi voltando rodeou pelo capão
meu cachorro começava um sinal de acuação
gritei assim pro Zé Pedro vou tirar o couro mais cedo
da rainha do sertão

Ele veio ao meu encontro pra ir no pé da pintada
meu facão de aço puro foi abrindo uma picada
de longe avistei a onça por de trás de uma ramada
ele deu um tiro nela ela veio nele de unhada
pra terminar meu enredo matei ela pro Zé Pedro
o resto eu não conto nada

anthonytheeater

Reportar Letra Repetida | Corrigir? Letra enviada por anthonytheeater em 3/26/2010

Envie sua tradução!Traduzida para Inglês por ninguém

Ver Tradução Traduzida para o Espanhol por roboracer em 1/3/2011

 Reportar letra repetida Corrigir letra errada

140 caracteresO que você acha dessa música?

 

 

Músicas de Tião Carreiro e Pardinho

buscarNão achou?

 colabore enviandoA música não está no site?

Quem ouviu este artista

roboracerroboracer(47711)

de fiamaria Você sabia?

Pardinho nasceu em São Carlos na Fazenda São Joaquim. Logo depois, se mudou para a Fazenda Figueira Branca. "Na época da colheita do café havia muita festa e na fazenda Figueira Branca meu pai ganhou um cavaquinho, com 12 anos mais ou menos", contou Carlos Henrique seu filho.

ver outras curiosidadesenvie uma

Wallpapers

Envie um Wallpaper de Tião Carreiro e Pardinho e ganhe pontos! Clique aqui. achar ver top wallpapers enviar um wallpaper

Enquete

Ganhe pontos!

outras enquetes

©2016 Petaxxon Comunicação Online