restaurar

Tesouro Da Madrugada

Tião Carreiro e Pardinho

Perdi tudo quanto eu tinha fiquei no mundo jogado igualzinho um cão sem dono sofrendo desesperado lá embaixo de uma ponte representa meu sobrado na berada de um barranco onde o rio passa encostado naquele cantinho pobre o cobertor que me cobre é sempre o vento gelado Uma noite eu tive um sonho na minha pobre pousada uma jovem muito rica me falou desesperada eu sou aquela azeitona que faltou na minha empada você vai pra minha casa vou lhe dar uma empreitada não tem nada perigoso é um serviço gostoso não tem foice e nem enxada Eu fui lá pra casa dela que beleza de morada uma banheira de luxo já estava preparada boiando por cima d'água tinha rosas perfumada eu tomei aquele banho lavei a vida cansada sujeira e pó do estradão em minha vida de cão virou rosas perfumadas Lá no quarto cor de rosa estava minha empreitada morena cor de canela bonequinha bronzeada da cabeça até os pés não estava faltando nada uma linda camisola lindas cores estampadas camisola transparente estava na minha frente tesouro da madrugada Um mundo maravilhoso as portas pra mim abriu mandei a miséria embora bem pra longe ela sumiu descobri o mapa da mina a sorte pra mim sorriu mulher bonita e riquesa lá do céu pra mim caiu pra matar o meu desejo ela foi me dar um beijo eu cai dentro do rio