restaurar

Antiga Viola

Tonico e Tinoco

Álbum: Antiga Viola

Compositor:Tonico

A minha antiga viola Feita de pau de pinhero É minha eterna lembrança Do meu tempo de violeiro A saudade dos fandadngo Do meu sertão brasileiro. O recortado e catira Fais lembrá dos mutirão O xote alembro as gauchas O churrasco no galpão As moda de viola é triste Fais chorá quem tem paixão. O baião é lá do Norte Paulista é o cateretê Quando escuto Cana-Verde Alembro de Tietê Numa festa do Divino Que me encontrei com você. A valsa é uma serenata Na janela das morena O rasqueado fais lembrá O cantar das siriema Do tempo de boiadeiro Nas madrugada serena. Cantei muitos desafio Já fui cabra fandangueiro Na congada já fui rei Em todo sertão mineiro Hoje só canto a saudade Do folclore brasileiro.

Todas as informações deste site são postadas inteiramente por seus usuários e seus dados podem conter erros. O Letras exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas. Entre em contato conosco caso haja interesse em editar ou excluir alguma informação.

É proibida a reprodução das músicas encontradas em nosso site em quaisquer outros meios, sendo permitida somente a visualização das mesmas (Lei 9610/98). Todas as letras de músicas em nosso site são divulgadas apenas para fins educacionais e são propriedade de seus autores. All lyrics in our website are provided for educational purposes only and they are property and copyright of their owners.